ORÇAMENTO POR E-MAIL
contato@ecoplus.ind.br
WHATSAPP
(47) 99135-1076

Home » Blog Ecoplus

Coleta seletiva: o que pode e o que não pode

01/03/2015

Todo mundo já viu os cestos de coleta de lixo reciclável, seja no seu prédio, na rua ou em no ambiente de trabalho. Mas você sabe a forma correta de descartar o lixo ou o que vai para cada lugar? 

As lixeiras das coletas seletivas são padronizadas e cada cor corresponde a um material. Azul é para papel ou papelão; amarelo para metal; o verde coleta vidro; já o vermelho plástico; a marrom serve para os orgânicos; enquanto o laranja para resíduos perigosos; preto para madeira; cinza para resíduos gerais não recicláveis ou contaminados; roxo para resíduos radioativos e finalmente o branco para resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde. 

No entanto, esta classificação ainda gera muitas dúvidas na maioria da população. Afinal o que pode e o que não pode ser reciclado? Para ser reciclado o lixo precisa estar limpo e seco. Embalagens de pizza ou guardanapos usado, por exemplo, não podem ser reaproveitados por causa da gordura. Veja abaixo o que faz parte da lista: 

PLÁSTICO 

Reciclável:
 Copos
Garrafas
Sacos/Sacolas
Frascos de produtos
Tampas
Potes
Canos e Tubos de PVC
Embalagens Pet (Refrigerantes, Suco, Óleo, Vinagre, etc)

Não reciclável:
Tomadas
Cabos de Panelas
Adesivos
Espuma
Embalagens Metalizadas (Biscoitos e Salgadinhos)

METAL
 
Reciclável:
Tampinhas de Garrafas
Latas
Enlatados
Panelas sem cabo
Ferragens
Arames
Chapas
Canos 
Pregos

Não reciclável:
Clipes
Grampos
Esponja de Aço
Latas de Tinta
Latas de Verniz
Solventes Químicos
Inseticidas

PAPEL

Reciclável:
Jornais e Revistas
Listas Telefônicas
Papel Sulfite/Rascunho
Papel de Fax
Folhas de Caderno
Formulários de Computador
Caixas em Geral (ondulado)
Fotocópias
Envelopes
Cartazes Velhos

Não reciclável:
Etiquetas Adesivas
Papel Carbono
Papel Celofane
Fita Crepe
Papéis Sanitários
Papéis Metalizados
Papéis Parafinados
Papéis Plastificados
Guardanapos
Fotografias

O ideal é que o lixo já chegue às usinas de tratamento e reciclagem o mais separado possível, mas se na sua casa ou prédio não houver as lixeiras de coleta seletiva, tente ao menos separar o lixo seco do orgânico e repassar para alguma cooperativa. 

Outra dúvida frequente é se há a necessidade de lavar os materiais antes de encaminhar para a reciclagem. Apesar desses materiais passarem por lavagens nos centros de reciclagem, é importante higieniza-los ainda em casa. Como a coleta seletiva geralmente passa uma ou duas vezes por semana apenas, esse lixo com resíduos pode contaminar outros que estavam em boas condições de reciclagem. Além disso, o lixo com restos de comida ou bebida atrai insetos e contribui com a proliferação de doenças. Lembre-se que até chegar ao centro de reciclagem, o seu lixo passa muitas vezes pelas mãos de catadores ou funcionários que podem ser contaminados também. 

A medida, no entanto, é controversa. O que se contesta é o gasto de água potável para lavar os resíduos, principalmente nesta época de racionamento.  A dica então é reaproveitar a água da máquina de lavar roupas que sai pela mangueira após o enxágue ou deixar estas embalagens dentro da pia enquanto você lava a louça normalmente, assim a água que escorre da louça, limpa superficialmente as embalagens sem maiores desperdícios. 

Abrace essa ideia: recicle!


Mais Buscados

Newsletter
Receba nossas novidades e promoções

Rua José Augusto Maba, 61 - CEP: 89.056-080 Bairro Fortaleza - Blumenau/SC